Postado em 06 de Maio às 11h16

O desafio de alinhar a estratégia de pessoas com a de negócios

Artigos (92)
P&P Consultoria - Desenvolvimento Humano e Organizacional Gestores de RH apontam que não basta apenas transformar o digital em humano, mas promover uma mudança de mindset em toda a corporação. Com a pandemia, o...

Gestores de RH apontam que não basta apenas transformar o digital em humano, mas promover uma mudança de mindset em toda a corporação.

Com a pandemia, o humano e o digital estão mais presentes dentro das empresas. As marcas vêm adequando as novas tecnologias e as novas tendências do mercado, desde implementação de softwares à pegada sustentável.
Pensando no direcionamento do RH, o Fórum Melhor RH Confiança, promovido pela Plataforma Melhor RH, abordou em um dos seus paineis “O novo RH será humano e digital” e contou com a participação de Gustavo Tavares, gerente regional para as Américas no Top Employers Institute; José Monteiro, diretor de RH da DHL e Leandro Figueira, diretor de pessoas e cultura do Grupo Marista.
“As plataformas já estavam aí, o grande desafio foi fazer as pessoas se adaptarem. Assim como já existia o ensino remoto. O caminho é investir na mudança do mindset, não na capacidade da pessoa, mas na virada de chavinha”, explica Gustavo Tavares.


Desafios da DHL
Com as grandes mudanças tecnológicas nas empresas, o papel do RH é entender como está sendo a aceitação pelas pessoas do que foi implementado. Para José Monteiro o RH é “ tradutor das estratégias”. “Os colaboradores estão comprando essas estratégias no dia a dia? Qual a contribuição que ela pode dar? É tornar o digital em humano, esse é o grande desafio”.
Para manter um bom relacionamento com os colaboradores e manter uma escuta ativa, a política de comunicação interna tem que ser colocada em prática.

“Os canais de comunicação deixaram de ser só um canal de efeito. Hoje é utilizado para falar direto com o CEO, com o RH. As políticas de comunicação interna se tornaram práticas, pragmáticas para aproximar os RHs e as equipes” acrescenta José Monteiro.
No caso da DHL, empresa de logística, Monteiro explica que as lideranças entenderam a necessidade de empatia e liderança. “O RH executou um projeto chamado ‘Embaixada HDL’, em que temos um representante de cada área que faz a comunicação com o RH. Com isso, as pessoas trazem os feedbacks, sendo assim mais humana, mais interativa”.
Monteiro ainda aponta o papel fundamental do RH no cuidado com os colaboradores, dando o suporte para o home office, fornecendo cadeiras, equipamentos e também cuidado com a família dos funcionários.


Educação no Marista
A COVID-19 atingiu a educação. Por isso, a ação rápida para mudança é essencial. Como contou Leandro Figueira, do Grupo Marista, que em um espaço de 15 dias mudou-se as estratégias, para continuar oferecendo educação a todos. “Nosso desafio é muito parecido com muitas organizações, mas ele é feito com as pessoas e com a comunidade. A nossa missão é formar cidadãos éticos e justos”, acrescenta Leandro.
A comunicação interna melhorou com o processo de digitalização, principalmente com a participação dos líderes. “A gente disponibilizou muito conteúdo: como trabalhar em home-office, tanto em tecnologia, como sobre se organizar, de mindfulness” diz, Leandro. A quantidade de informação para os colaboradores também foi modificada.
“Nós temos um desafio muito grande em alinhar estratégia de pessoas a estratégia de negócios. Tanto para o gestor quanto as pessoas. A gente precisa preparar nossos colaboradores para a centralidade no cliente, o reflexo no nosso cliente final é muito importante”, finaliza Leandro Figueira, do Grupo Marista.


Fonte: Melhor Gestão de Pessoas


Veja também

O que o T&D aprendeu com 2020?25/02 Organizações precisam experimentar opções e avaliar o que funciona para as suas equipes, sendo essencial conhecer as necessidades dos seus profissionais. O ano de 2020 representou um desafio para as empresas e antecipou tendências tecnológicas. O treinamento e desenvolvimento (T&D) presencial foi um dos principais campos a ser afetado pela pandemia, obrigando muitas......
As pequenas coisas que fazem os funcionários se sentirem valorizados14/05/20 Algumas empresas tentam implementar programas mais significativos e oferecem prêmios específicos aos que, digamos, criaram ou lideraram uma iniciativa importante, “incorporaram” os valores da organização ou exerceram......
Habilidades interpessoais15/01 Ser habilidoso nas relações é imprescindível no mundo de hoje. Se você entender a natureza humana, se souber por que as pessoas fazem o que fazem, você terá uma carreira de sucesso, uma vida familiar e social......

Voltar para COMPARTILHANDO

USO DE COOKIES

Nós utilizamos cookies com objetivo de prover a melhor experiência no uso do nosso site. Por favor, leia nossa Política de Privacidade e nossos Termos & Condições para entender quais cookies nós usamos e quais informações coletamos em nosso site. Ao continuar sua navegação, você concorda que podemos armazenar cookies no seu dispositivo. Leia nossa Política de Privacidade.