Postado em 06 de Agosto de 2020 às 16h31

Saúde física e mental dos profissionais piora na pandemia

Artigos (73)
P&P Consultoria - Desenvolvimento Humano e Organizacional As empresas especializadas em psicologia e RH constatam que aumentou o número os profissionais em busca de atendimento psicológico e bem-estar. Muita coisa mudou...

As empresas especializadas em psicologia e RH constatam que aumentou o número os profissionais em busca de atendimento psicológico e bem-estar.


Muita coisa mudou desde o início da pandemia. Talvez a mais importante tenha sido o movimento das empresas que levou os profissionais do escritório para casa. Passados mais de 120 dias do isolamento social, as pessoas se abrem a respeito de suas fragilidades — surgidas (ou pioradas) no período de home office.


Ficar dentro de casa em convivência com a família, para muitas pessoas, representa um problema. Nem todas conseguem lidar com a impaciência das crianças, o barulho de talheres e panelas na cozinha e, ao mesmo tempo, participar de videoconferências, falar ao telefone e enviar relatórios.
Essas dificuldades, somadas ao medo e à insegurança causados pela pandemia, levou ao aumento do número de atendimentos psicológicos. A Vittude , startup psicologia on e off-line é um exemplo. O número de pessoas cadastradas na plataforma saltou de 22 mil para 130 mil, desde a chegada do novo coronavírus no Brasil. O faturamento da startup cresceu 350% e os funcionários que, em março, eram 13, agora são 39. A base de psicólogos subiu de 4 mil para 6 mil.


A Vittude também registra forte crescimento de seu produto corporativo, o Vittude Corporate. De março para cá, a procura aumentou 500%. Em números, são 47 empresas que contrataram o serviço, cujo principal objetivo é auxiliar na saúde mental dos colaboradores das companhias.
Por outro lado, de acordo com os dados da 12ª edição do Índice de Confiança da Robert Half (ICRH), 37% dos profissionais notaram piora na saúde mental e bem-estar durante o período da quarentena, enquanto outros 33% não perceberam diferença e os demais (11%) sentiram uma melhora.


Para minimizar os efeitos da pandemia na saúde mental e bem-estar, 53% dos profissionais têm buscado alternativas on-line. A atividade física aparece como a principal (70%), seguida por meditação e mindfulness (25%) e terapia on-line (22%).


O que as empresas estão fazendo pelos colaboradores?
Em relação às iniciativas das empresas para apoiar os colaboradores neste sentido, outro estudo da Robert Half, O Impacto da Covid-19 nos Negócios, mostra que as principais medidas apontadas pelos executivos entrevistados foram:


1º – O uso de videoconferência para permitir que a alta administração transmita empatia e confiança aos funcionários.
2º – Desencorajar ou limitar horas extras para que os colaboradores possam manter um bom gerenciamento da vida pessoal-profissional.
3º – Benefícios para a saúde física e mental (por exemplo: bem-estar no local de trabalho, parcerias com academias ou academia própria, aulas de yoga, programas de mindfulness e resiliência).
4º – Oferecer oportunidades adicionais de treinamento voltadas ao desenvolvimento pessoal ou profissional.
5º- Oferecer aconselhamento confidencial.


“Naturalmente, a principal preocupação de muitos empresários e gestores é a reabertura. O cronograma e o escopo para que a força de trabalho volte ao escritório pode variar drasticamente de empresa para empresa. O importante é lembrar que, em todos os casos, não será apenas uma questão de abrir as portas e deixar todos retornarem ”, aponta Maria Eduarda Silveira, gerente de recrutamento da Robert Half. Para ela, uma abordagem cuidadosa e planejada para garantir a saúde, a segurança e o bem-estar de todos é o que fará a diferença neste momento e pode colaborar para aumentar a motivação e a lealdade dos colaboradores.


Fonte: Melhor Gestão de Pessoas 

Veja também

LIDERANÇA: INDO ALÉM DO SAUDÁVEL30/04/20 Todos esperam que um gestor tenha maturidade emocional para gerenciar e controlar sua própria ansiedade e a do grupo que ele lidera. Mas como ele pode se preparar para isso sem se exaurir? Segundo pesquisa da empresa de recrutamento Robert Half, os profissionais brasileiros são os mais estressados do mundo. A empresa entrevistou quase 1.800 gestores de RH em 13 países e constatou que, por......
Gestão Humanizada04/04/20 O Capital humano tem sido trabalhado e desenvolvido dentro dos princípios da gestão humanizada. Onde o colaborador é percebido e respeitado na sua totalidade e singularidade. Em um mercado cada dia mais competitivo, as......
Um novo cargo: líder de diversidade para as empresas26/11/20 A diversidade está presente nas empresas e o papel do RH é iniciar um trabalho de mudança. Debater sobre diversidade em empresas é algo antigo, mas é um tema que sempre está em pauta e é constantemente......

Voltar para COMPARTILHANDO

USO DE COOKIES

Nós utilizamos cookies com objetivo de prover a melhor experiência no uso do nosso site. Por favor, leia nossa Política de Privacidade e nossos Termos & Condições para entender quais cookies nós usamos e quais informações coletamos em nosso site. Ao continuar sua navegação, você concorda que podemos armazenar cookies no seu dispositivo. Leia nossa Política de Privacidade.