Postado em 09 de Março de 2023 às 16h04

O poder da resiliência: por que é importante não desistir da sua carreira

Artigos (225)
P&P Consultoria - Desenvolvimento Humano e Organizacional Nem todo empresário bem-sucedido teve êxito de imediato — o que há em comum entre eles, além da obstinação, é uma forte...

Nem todo empresário bem-sucedido teve êxito de imediato — o que há em comum entre eles, além da obstinação, é uma forte resiliência

Se você observar bem, notará que nem todo empresário bem-sucedido teve êxito de imediato. Eu, no meu contato diário com executivos de empresas de todos os portes e setores, noto que o que todos têm em comum é, além da obstinação, uma forte resiliência. São profissionais que, com responsabilidade e bons argumentos, se recusam a desistir diante de uma falha ou dificuldade. E, depois de uma série de tentativas, erros e acertos, ainda são obrigados a ouvir que “tiveram sorte” pela posição ou situação privilegiada que se encontram hoje.

Se a resiliência é uma habilidade que traz ganhos para a vida e pode ser treinada ou adquirida, sempre me pergunto por que algumas pessoas desistem de seus sonhos de carreira, muitas vezes, sem terem de fato tentado o suficiente. Eu reconheço que uma jornada de sucesso é permeada por muitos desafios individuais, que são totalmente legítimos. Mas a minha intenção é chamar a atenção para a importância de acreditar mais em nós mesmos e assumirmos mais o protagonismo da nossa vida profissional rumo aos nossos objetivos.

Resolvi abordar esse assunto porque, nesse início de 2023, tenho conversado com várias pessoas que se sentem inspiradas pela ideia de renovação que chega a nós a cada novo ano. Muitas demonstram o desejo de se movimentar na carreira, batalhar por uma promoção ou mudar totalmente o rumo, mas se sentem inseguras. Em conversas como essas, sempre me questiono da energia que uma pessoa gasta quando não está feliz em um trabalho ou em uma profissão, tem vontade de fazer alguma mudança, mas — seja por falta de iniciativa, seja pelas circunstâncias — se mantém no campo da frustração.

Se esse é o seu caso, te convido a refletir sobre o que te impede de ir atrás dos seus planos e objetivos de carreira. As obrigações financeiras e o novo sempre vão gerar um frio na barriga. É possível que os seus desejos não se concretizem de imediato. Mas, se você se habilitar com resiliência, vai se envergar sem quebrar, vai deformar um pouco para voltar ao formato original em algum momento, assim como acontece com muitos materiais que um dia utilizei nas minhas aulas práticas do curso de engenharia.

Ser resiliente na vida profissional significa conseguir passar por toda a pressão, os feedbacks negativos, as frustrações de não ter sido a pessoa escolhida para a promoção ou uma movimentação interna, a chateação de não ter avançado em um processo seletivo e as conversas difíceis com líderes, colegas e pares de trabalho. É sair de uma ou mais dessas situações, talvez com alguns machucados, mas nunca sem força ou esperança de que é possível fazer melhor.

Já vi muitos profissionais de alto potencial se desmotivarem diante de algo abaixo de suas expectativas. Mas, acredite, essa falta de brilho no olho não é nada benéfica para a carreira. No atual mercado de trabalho, em que o comportamento vale tanto quanto as certificações, sempre terá alguém te observando, seja a pessoa que te lidera, o líder de uma área ao lado da sua, um gestor da concorrência ou alguém que pode te indicar para a vaga que você tanto deseja.

Na vida, tanto pessoal quanto profissional, todos passaremos por frustrações. Isso é normal. Mas só estaremos mesmo vencidos quando perdemos a paixão que nos move. Então, te convido a encerrar essa leitura considerando seriamente buscar mais detalhes sobre os seus planos, seus pontos fortes e os momentos da sua carreira em que a resiliência foi ou poderia ter sido vital para o seu sucesso. É um exercício de autoconhecimento que vale a pena. Pode confiar.

 

Fonte: [Você RH]

Veja também

Como manter a Produtividade Home Office30/03/20 Home office exige disciplina. O que é imprescindível para ser eficiente ao fazer home office? Dica 1: Estabeleça um horário de trabalho Não é só porque você pode começar a qualquer hora que deva começar a qualquer hora: isso torna a linha que separa seu tempo pessoal do profissional ainda mais difícil de enxergar. Dica 2:......
Pesquisa de clima como instrumento de diagnóstico organizacional03/11/23 *Por Denise Rossi A sociedade vem passando por transformações fundamentais, de forma acelerada, em diversos segmentos. Trata-se de transformações tecnológicas, sociais, culturais, cientificas e político......

Voltar para COMPARTILHANDO

USO DE COOKIES

Nós utilizamos cookies com objetivo de prover a melhor experiência no uso do nosso site. Por favor, leia nossa Política de Privacidade e nossos Termos & Condições para entender quais cookies nós usamos e quais informações coletamos em nosso site. Ao continuar sua navegação, você concorda que podemos armazenar cookies no seu dispositivo. Leia nossa Política de Privacidade.