Postado em 24 de Junho às 10h35

Gestão de Pessoas!

Artigos (97)
P&P Consultoria - Desenvolvimento Humano e Organizacional Henkel aposta em estrutura organizada e comunicação para garantir segurança e bater recorde de produção. Ivan Mejia, head de RH da Henkel para...

Henkel aposta em estrutura organizada e comunicação para garantir segurança e bater recorde de produção.

Ivan Mejia, head de RH da Henkel para América Latina Sul, detalha as estratégias que garantiram a tranquilidade dos colaboradores durante a pandemia, além das mudanças que ficarão na cultura da operação mesmo depois de superada a crise.
Entre as 130 plantas que a Henkel, empresa de soluções adesivas, selantes e tratamento de superfícies, possui no mundo inteiro, foi uma fábrica brasileira que se destacou ao alcançar uma marca de 17 anos sem registrar um acidente com afastamento. Localizada em Jundiaí, a operação agora é exemplo concreto dos resultados de uma gestão focada em pessoas, que preza pela satisfação dos colaboradores.

Em meio a esses mais de seis mil dias sem registrar acidentes, veio um novo desafio de gestão, na forma da pandemia, que afetou muito mais do que a fábrica exemplar. E a cultura de segurança que garantiu esse marco é a mesma que conseguiu manter os colaboradores de toda a Henkel no Brasil confiantes mesmo diante da crise sanitária, que assolou o mundo e abalou as estruturas de muitas operações. Mas não a deles.
Ivan Mejia, head de Recursos Humanos da Henkel para América Latina Sul, atribui isso ao compromisso da Henkel com a felicidade de sua equipe, conceito que engloba a satisfação profissional, pessoal e, claro, a segurança. “Prezar pelas diferentes dimensões que contribuem para a felicidade dos nossos colaboradores já faz parte das nossas práticas há muito tempo.”

Assim como outras empresas de serviços e indústria essenciais, a Henkel precisou seguir a todo vapor quando a Covid-19 foi detectada – mas uma política implementada anos antes foi essencial para que os responsáveis agissem de forma rápida e eficiente preservando os colaboradores. A flexibilidade no trabalho foi concretizada em 2015, portanto a estrutura necessária para o home office estava montada. Dois terços dos colaboradores passaram a trabalhar remotamente já em março de 2020. “Entendemos logo de início que o nosso papel era garantir segurança para as nossas pessoas em questões básicas, como emprego e renda”, afirmou Mejia. Assim, não houve redução de salários ou demissões. “Mas tivemos a prova de que todas essas decisões foram muito acertadas. Pois, apesar da situação, conseguimos ter um ano muito positivo para a operação brasileira, inclusive com quebra de recordes históricos de produção em três meses consecutivos”, conta o executivo. Foram 5.314 toneladas – a terceira quebra de recorde consecutiva em 2020 – em sua unidade de Jundiaí.

Em entrevista à Melhor RH, Ivan Mejia detalhou as estratégias de comunicação e recursos humanos que garantiram a tranquilidade dos colaboradores durante a pandemia, além das mudanças que ficarão na cultura da operação mesmo depois de superada a crise.
“Durante 2020, provamos que, mesmo em meio às incertezas, somos capazes de fazer mais e nos superarmos. Na fábrica, seguimos operando normalmente seguindo todos os protocolos de segurança, para abastecer o mercado com produtos essenciais, e temos muito orgulho em afirmar que os colaboradores estão cientes da sua responsabilidade e são reconhecidos por isso. Confira.

De que forma a Henkel trabalha para preservar a saúde mental dos colaboradores?
Desde o início da pandemia, a Henkel promove ações que visam a saúde e bem-estar dos colaboradores e reforça a divulgação de canais já existentes que possam auxiliá-los durante a pandemia. Além da prática da ginástica laboral feita diariamente de forma digital e aulas de yoga virtuais, a companhia também promove webinários com especialistas da saúde para falar sobre doenças (psicológicas e fisiológicas), cuidados e precauções.

Há outras iniciativas que também estão à disposição?
O Programa de Assistência ao Empregado é uma outra ferramenta disponibilizada pela Henkel há anos. Ao ligar para o programa, o colaborador poderá conversar com profissionais da saúde que o ajudarão a ressignificar o momento vivido. Para reforçar essa medida, em todas as suas unidades (escritório e fábricas), a Henkel conta com um médico do trabalho e enfermeiras que estão preparados para auxiliar os colaboradores e os acompanharem de perto, seja presencialmente ou de modo remoto, em qualquer diagnóstico.

Qual o caminho para manter as equipes motivadas no cenário atual?
Posso afirmar que foi a soma dos seguintes fatores: comunicação transparente e igualitária para todos os níveis e unidades (fábricas e escritórios), líderes abertos a escutar e comprometidos com os compromissos assumidos pela empresa e colaboradores engajados a entregarem resultados sólidos e agregar valor ao cliente e ao mercado. E, para chegar até a consolidação desses fatores, todas as áreas envolvidas, como Recursos Humanos, Comunicação Corporativa, Operações, Facilities e Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SHE) vêm desenvolvendo um forte trabalho conjunto.

Como foi feita a comunicação com os colaboradores na pandemia?
Desde o início da pandemia, a Henkel já enviou mais de 40 comunicados a respeito de decisões e orientações dadas pelo Comitê de Crise. Isso indica a transparência na informação e o compromisso com a verdade da empresa. A decisão de abrir os escritórios e deixar o retorno de seus colaboradores de forma voluntária, com a capacidade gradual de até 30%, foi feita depois de implementar no escritório um rígido protocolo de segurança com sinalização, equipes de limpeza reforçadas e novos sistemas de controle de acesso ao escritório e andares, como aferição de temperatura e uso de máscara obrigatório. A cada nova decisão decretada pelo estado e/ou prefeitura de São Paulo, o grupo de crise instaurado desde março de 2020 se reúne e discute qual será a diretriz a ser adotada e logo comunica por e-mail ou via líderes para os colaboradores da produção. Os colaboradores entendem esse processo de comunicação e já aguardam o posicionamento da Henkel.

Qual o balanço do processo seletivo de estágio feito totalmente online?
Realizar o processo de recrutamento, seleção e onboarding 100% online foi um desafio para o time de RH. E o ingresso dos 31 estagiários em janeiro foi a prova de que é possível superar os limites quando se tem trabalho em equipe e dedicação envolvidos. Como a Henkel é uma empresa que tem como um de seus valores as pessoas, acredito que a desvantagem tenha sido a falta do contato presencial no fim do processo, principalmente entre estagiários e líderes.

E de que forma a empresa contornou a distância nesse aspecto?
Fizemos um processo de onboarding com os times e os responsáveis pelas áreas de forma virtual, e também entregamos um kit de boas-vindas com materiais de escritórios personalizados e algumas guloseimas. Outro ganho que tivemos com um processo totalmente digital foi a possibilidade de nos conectarmos a pessoas e universidades de todo o Brasil, trazendo mais diversidade para o processo em comparação ao modelo tradicional, que acaba ficando restrito à proximidade geográfica.

Quais aprendizados vieram para ficar?
Acredito que o principal aprendizado seja o poder de superação e reação frente aos desafios. A capacidade de colaborarmos como equipes fortes, que é um dos quatro Compromissos de Liderança, foi o grande destaque, junto com a rápida atuação da liderança em entender o cenário imposto e logo se posicionar para evitar a disseminação de informações inverídicas e a sensação de insegurança. Em processos, destaco a migração de muitas ferramentas para o digital, que tornaram as ações mais práticas e acessíveis. Toda a adaptação e resiliência adquiridas, durante esse período de pandemia, certamente vieram para ficar e impactarão na forma de trabalho e tomadas de decisões daqui para a frente. 

Liderança
A Henkel contou com liderança atuante, em diferentes áreas da companhia. Além disso, desde o início da pandemia, garantiu uma comunicação clara e transparente com todos os colaboradores por meio de informativos semanais, estabeleceu protocolo de cuidados e segurança abrangentes, promoveu sessões on-line de bate-papo com o presidente e todo o comitê diretivo e assumiu o compromisso de não reduzir jornada e salário de seus colaboradores durante todo o ano.

Home office
Com estrutura para home office estabelecida desde 2013 e cultura de trabalho flexível desde 2015, mais de 2/3 da força de trabalho da Henkel no Brasil passaram a trabalhar de casa. A Henkel já contava com infraestrutura tecnológica para isso: todos já trabalhavam com notebook, incluindo estagiários, e ferramentas que facilitam a comunicação e integração do trabalho à distância, como Microsoft Teams, Sharepoint e One Drive. Além disso, a Henkel também conta com ferramentas para treinamentos remotos em diferentes idiomas, como o LinkedIn Learning, e uma plataforma interna global que conta com vídeos, cursos e eventos on-line – Henkel Learning Hub.

Operações nas fábricas.
Seguindo as regras de segurança local, as fábricas de Jundiaí e Itapevi não interromperam as operações, uma vez que a Henkel produz e fornece soluções para indústrias de serviços essenciais, como embalagens de alimentos, higiene pessoal e à área da saúde – para produção de diferentes tipos de máscaras, respiradores/ventiladores, adesivos para produção de eletrodos, itens que tenham contato com a pele, entre outros.

Protocolos de segurança
Entre as medidas estão o preenchimento de formulário de avaliação de saúde, aferição da temperatura, uso de máscaras, aumento de dispensers de álcool em gel e distanciamento mínimo de 1,5m com demarcações em todos os ambientes, como recepção, refeitórios, estações de trabalho, salas de reuniões, assentos dos fretados, entre outros. Outro ponto importante é que a empresa mapeou mais de 30 colaboradores do grupo de risco e que foram afastados. Nas unidades de Jundiaí e Itapevi, as linhas de fretado foram ampliadas, garantindo o distanciamento mínimo de 1,5m.

Taxa de contaminação
Desde março a Henkel divulga de forma periódica e transparente os números de casos ativos e recuperados no Brasil. Felizmente, não tivemos nenhum funcionário que perdeu a vida, e contamos com mais de 90 colaboradores recuperados. A Henkel fornece suporte aos colaboradores que contraem o vírus, disponibilizando os canais de enfermaria para suporte, como também, acompanhamento semanal do médico da Henkel e monitoramento pós período de contaminação.

Cuidados ergonômicos
Durante a pandemia, a Henkel disponibilizou uma equipe de professores especializados a conduzirem a prática da ginástica de forma virtual. Nas plantas, a prática segue acontecendo de forma presencial, respeitando todas as medidas de distanciamento e higiene. Em complemento a essa ação, desde o segundo semestre do ano passado a Henkel fechou parceria com a Gympass disponibilizando a todos os colaboradores, incluindo estagiários, os benefícios oferecidos pelo aplicativo.

Digitalização
A digitalização se tornou forte aliada da Henkel nesse período; 100% dos treinamentos, avaliações de performance e pesquisa de retorno ao escritório foram digitalizados. Além disso, muitas áreas também aproveitaram o momento para lançarem ferramentas e facilidades digitais, a fim de facilitar os processos e dinâmicas. A área de Recursos Humanos, por exemplo, digitalizou todo o seu manual de benefícios e abriu um grupo no Microsoft Teams para dialogar com os colaboradores de forma mais assertiva. Além disso, implementou também a plataforma de treinamentos on-line LinkedIn Learning para continuar trabalhando e fortalecendo as competências dos seus colaboradores e líderes, mesmo que à distância.

Processo seletivo virtual
Em 2020, a Henkel teve o desafio de realizar o processo seletivo para seu Programa de Estágio 2021 de forma 100% on-line. As inscrições e todas as etapas do processo foram realizadas de forma virtual e os 31 novos contratados chegaram à Henkel em janeiro de 2021.


Fonte: Melhor Gestão de Pessoas.

Veja também

Colaboradores tóxicos contaminam a empresa e muitas vezes ninguém nota14/03/20 Muito mais do que a busca por um salário grandioso meu foco sempre foi o crescimento profissional, os desafios que iria enfrentar, a vontade de aprender e estar com os melhores, e isso me fez uma grande observadora, tanto de colegas de trabalho como de gestores. Eu já vi muito colaborador desmotivado, que faz fofoca e reclama de todas as decisões tomadas na empresa, mas que na frente dos......
As pequenas coisas que fazem os funcionários se sentirem valorizados14/05/20 Algumas empresas tentam implementar programas mais significativos e oferecem prêmios específicos aos que, digamos, criaram ou lideraram uma iniciativa importante, “incorporaram” os valores da organização ou exerceram......

Voltar para COMPARTILHANDO

USO DE COOKIES

Nós utilizamos cookies com objetivo de prover a melhor experiência no uso do nosso site. Por favor, leia nossa Política de Privacidade e nossos Termos & Condições para entender quais cookies nós usamos e quais informações coletamos em nosso site. Ao continuar sua navegação, você concorda que podemos armazenar cookies no seu dispositivo. Leia nossa Política de Privacidade.